terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Um livro histórico




E se o Braga tivesse quase 100 anos? É uma ideia mirabolante? Não acho. É uma hipótese plausível e, agora, documentada e publicada no livro «A história da bola em Braga», da autoria de Evandro Lopes e João Nogueira Dias, dupla que descobriu uma notícia num jornal de 1914 que pode revolucionar a história do clube. A obra, apresentada hoje no bar Zero53, com grande sucesso, segundo me foi dito, tem prefácio de Luís Freitas Lobo, comentador da RTP e neto de Celestino Lobo, um dos fundadores do Braga.

Por imperativos de agenda, não pude ir à cerimónia de apresentação do livro. Mas já o tenho na minha posse, graças à amabilidade do Evandro, que ainda teve a delicadeza de escrever uma dedicatória simpática. A ele o meu muito obrigado. Do que pude ler e ver, é um documento de leitura obrigatória para quem quiser revisitar e compreender a história do futebol bracarense, em especial do Braga, sem ser induzido em erro. O livro está pejado de documentos históricos, alguns deles inéditos, e de notícias da época, que nos levam a crer que, de facto, o Braga pode não ter nascido a 19 de Janeiro de 1921 - mas antes. Em 1919 ou, até, em 1914. Estão de parabéns aos autores. Se calhar, escreveram uma história que irá fazer história.
Enviar um comentário