domingo, 11 de setembro de 2011

Sobre Shaffer



Se puderem vejam na televisão o golo que o Shaffer marcou ao Beira-Mar. É um momento sublime. Tiro a mais 30 metros da baliza, a bola entrou imparável no ângulo superior esquerdo da baliza de Rui Rego. O golo valeu os primeiros três pontos do U. Leiria. No final do jogo, falei com ele. Bom miúdo, muito simpático, parece ter o coração perto da boca, como muitos sul-americanos. Foi a primeira vez que marcou num jogo oficial. Fiquei espantado. Pela execução do remate julguei que tinha feito aquilo mais vezes.

Podia Shaffer ser mais bem aproveitado pelo Benfica? Podia. Mas penso que Jesus tomou a decisão correcta. Shaffer é neste momento um lateral razoável mais. Pode chegar a bom com mais trabalho e processos de treino correctos. Um ano em Leiria irá fazer-lhe bem. Errado, quanto a mim, foi cedê-lo ao Rosário Central na época anterior. Perdeu meses preciosos de adaptação ao estilo do futebol europeu. O argentino tem 25 anos. Não tem tempo a perder: convence este ano ou dificilmente voltará ao Benfica.
Enviar um comentário