sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Duda Guennes

Quem ao longo dos anos tem o hábito de ler A Bola sabe que Duda Guennes dava às páginas do jornal o inconfundível traço irreverente das «estórias» sobre os bastidores e relvados do futebol brasileiro, frequentemente com um toque de crítica política e sátira à mistura. Muito antes da Internet abolir fronteiras e aproximar continentes, Duda abriu-nos a porta desse universo único e mágico. Foi graças a ele que me interessei pelo futebol brasileiro, começando a minha aprendizagem pelo Estado o viu nascer - Pernambuco. Duda partiu hoje, deixando-nos órfãos da sua escrita fina, acutilante e divertida. Partiu mas as suas histórias ficaram. Páginas e páginas que nos fazem sorrir e sonhar. Valeu!
Enviar um comentário