segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Vitória, Vitória



Aprecio muito o Rui Vitória. É um treinador com ideias arejadas e arrojadas, que pôs o Paços de Ferreira a praticar um futebol atractivo e competitivo. É organizado, competente e tem um discurso franco, sem subterfúgios. O Vitória de Guimarães ganha um bom treinador. Não sei é se a «máquina» à sua volta, que presumivelmente tem a missão de o apoiar, estará à sua altura.

10 comentários:

The Blue Factory of Dreams disse...

Não nutro grande simpatia pela personagem em questão, não consigo ver aquilo que muita imprensa tenta colar à imagem deste treinador, mas o erro pode ser meu nesse particular.

O Paços de Ferreira há muitos anos que é um bom clube para treinar, poucos oferecem condições tão boas, não foram nem um nem dois treinadores a realizar por lá bons trabalhos nos últimos anos.
E não eram todos bons treinadores.
Penso que me faço entender.


Se esse treinador se acha bom e tem ambição, é lógico que é um erro pensar em ir para um Guimarães a definhar nesta altura, o clube da cidade berço tem um plantel mais do que medíocre, uma direcção incompetente e à beira do colapso. O Próprio clube, sem projeto, vive dias de identidade perdida.


Lembra-se do que venho dizendo ao longo dos dúltimos meses sobre Domingos PAciência?
Estamos à 3ªjornada.
Isto era tão lógico, que nem sei como alguém sem fervor clubista, podia vislumbrar algo diferente...

Cumprimentos

Vimaranes disse...

Infelizmente, temo que não esteja. Mas veremos.

pascoal sousa disse...

Blue: tem razão, o Paços oferece condições óptimas para um treinador vingar. Mas faço a minha avaliação do Rui Vitória par lá desse aspecto. Quanto ao Domingos, vamos com calma. Você, como eu, sabe que uma época não acaba na 3.ª jornada. Mas, se ele falhar, haverá algum drama nisso? O drama maior será do Sporting. Abraço

pascoal sousa disse...

Vimaranes: menos presidente, mais estrutura. Eis um bom caminho para o Vitória ser um clube maior, na minha opinião.

The Blue Factory of Dreams disse...

Quanto ao Domingos, é cedo? Ok.
Por mim tudo ficou claro há muitos meses.

Quanto ao Guimarães, direcção incompetente, com aquela gente só podem ficar pior. Cada dia que passa a situação piora. Mas se lá continuam é porque os adeptos querem, acho que até foram reeleitos, BRAVO!

Cada vez menos gente no estádio, afastamento de muitos adeptos do clube, situação desportiva caótica.

Não há projecto, não há estrutura, não há identidade.


O Braga ganha adeptos, dinheiro, tem plantel de qualidade, estrutura, projecto, resultados desportivos.

Os de Guimarães fartaram-se de rir e gozar, mas enquanto o faziam, deixaram-se parar no tempo.

Como inverter a situação? Será sequer possível?

Um treinador de qualidade, com ambição e objectivos delineados, jamais pode ponderar um Guimarães nesta altura e nestas condições.

Tal como se dOmingos o fosse, jamais poderia ponderar um Sporting na situação que está, mas isso...já foi mais do que debatido aqui na altura própria.

O futuro demonstrará a verdade dos factos para quem tem dúvidas, em terra de cegos quem tem olho é rei, não parece hoje em dia haver qualquer rei em Guimarães.

Vimaranes disse...

BigSousa, o Vitória tem perdido oportunidades claras para dotar a sua estrutura de maior profissionalismo e acima de tudo competência. Não o fez e o resultado está, infelizmente, à vista. Uma liderança fraca e sem visão, dificilmente pode conseguir criar condições de crescimento. Por isso, temo como escrevi aquando da saída de Manuel Machado, que esta solução seja apenas mais uma fuga para a frente no que respeita à verdadeira solução para o Vitória nesta altura e tenho medo que Rui Vitória seja apanhado no meio do "furacão" e não seja capaz de reunir as tropas e chegar a bom porto. Ainda assim, há treinadores que o conseguem e que mesmo sem suporte, são capazes de seguir em frente e minimizar os estragos. Foi o que fez Cajuda, foi também em parte o que fez Machado. A minha escolha não recairia em Rui Vitória, pelo simples facto de nesta altura entender que o balneário necessitava de alguém com mais experiência, atendendo às circunstâncias, mas gosto de Rui Vitória e julgo que tem qualidade suficiente para vingar. Veremos se vai conseguir. Sozinho é sempre mais díficil, mas possível.

E ao contrário do que o atencioso leitor do seu blogue que aqui escreveu nesta caixa de comentários quer fazer passar, o plantel do Vitória é, este ano, independentemente de ser o possível para o orçamento mais baixo dos 5 primeiros classificados do último ano, um plantel mais equilibrado e com mais qualidade do que o do ano passado que permitiu ao Vitória cumprir os seus objectivos mínimos. Por isso, apesar de não ser bom ter 2 derrotas em outros tantos jogos, não creio que seja motivo para alarme.
E treinador do Vitória é, e será sempre, um grande desafio para qualquer treinador. O clube pode não passar pela melhor fase, mas continua a ser um clube com uma identidade bem vincada e que nem as más fases foram capazes de roubar. E vamos muito a tempo de, se naturalmente, soubermos dar um abanão no presente e aprender sem qualquer espécie de arrogância com quem cresceu e estava há uma década muito atrás, de voltarmos a ser um clube forte.

pascoal sousa disse...

Sem dúvida que qualitativamente o plantel do Vitória é bom. Melhor que o da época anterior, por isso capaz de fazer uma campanha que conduza o clube aos lugares europeus. O exemplo de Cajuda foi bem empregue: de facto, a personalidade muito forte e contagiante de Cajuda permitiu blindar o balneário dos problemas e insuficiências de uma estrutura que não dá resposta cabal às necessidade de um clube com o historial do Vitória. Mas, com o tempo, acabou por sobrar para Cajuda e esse desfecho tem sido recorrente nos últimos tempos em Guimarães.

The Blue Factory of Dreams disse...

HEhe, plantel de grande qualidade?

Estamos sempre a aprender.

Hoje foi um grande dia, hein? Auspicioso começo.

Olhem para o calendário e vejam o que espera o Guimarães...


Numa coisa, o presidente do Guimarães há-de ter ficado contente, o treinador é do mesmo clube que ele.
Podem ver os jogos na tv juntos.

Miguel Nunes disse...

às x um treinador muda o destino dum clube. Pq n lembrar Jesus qd chegou ao Benfica?

Pedro Ribeiro disse...

Por acaso, também penso que Rui Vitória é um bom treinador que pode fazer de um bom plantel uma melhor equipa. Mostrou em Paços de Ferreira uma predilecção por um futebol ofensivo e atraente. E em Guimarães há alguns bons jogadores que podem jogar mais do que faziam com Manuel Machado.

Talvez haja algum desequilíbrio no seu plantel (algumas posições menos apetrechadas) mas há qualidade (Urreta, Assis, Pedro Mendes, por exemplo). Com as reservas que deve merecer o meu relativamente fraco conhecimento dos novos jogadores do Guimarães (não sei o que vale, por exemplo, o novo ponta-de-lança ou os novos centrais), penso até que, em temos de qualidade do plantel, estão nesta temporada mais próximos de nós do que nós estamos dos três grandes. E sim, mesmo do Sporting, que investiu imenso e fez algumas belas contratações (embora, quanto a mim, tenha deixado algumas posições algo deficitárias em termos de qualidade). Esta minha opinião pode parecer descabida, tendo em atenção os resultados deste início de temporada. Mas ela não invalida que nós possamos reeditar uma óptima temporada. Já em outras épocas fomos capazes de fazer das fraquezas forças e fazer mais com menos. Pode ser que se repita.

Mas voltando à vaca fria, a meu ver os nossos vizinhos podem fazer uma época mais consentânea com a valia (e experiência) do seu plantel - embora, é evidente, os próximos jogos sejam talvez já decisivos para perceber a que objectivos poderá almejar, atendendo ao mau começo e ao calendário difícil que se aproxima (incluindo a nossa visita a Guimarães, na 5ª jornada).