quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Fica, pois

Na edição de ontem da Bola escrevi que o Braga, entre entradas e saídas, ainda autoriza muitas surpresas. Entretanto, a propósito desta peça, alguém me perguntou na caixa de correio se o Rodrigo Galo seria sacrificado, atendendo a que o Gil Vicente o queria de volta. Não vai acontecer. Salvo alguma surpresa, o Galo fica no Braga. Tem valor e saberá esperar e trabalhar pela sua oportunidade. Quanto ao resto, o nigeriano Olaleye e o brasileiro Douglão já andam por Braga, em testes médicos. Se vem mais alguém? Ah, seus curiosos! Não digo que não.
Enviar um comentário