sexta-feira, 15 de julho de 2011

Pedro, o grande



Vou gostar de assistir ao jogo de apresentação do Vitória aos seus sócios, esta noite, frente ao Rio Ave. Não pelo cartaz desportivo, mas pelo simbolismo que se reveste o regresso de Pedro Mendes ao berço. Mais que um grande jogador, que foi e continua a ser, Pedro Mendes é um ser humano íntegro, sem tiques de vedeta, um futebolista com carisma e liderança, que será, seguramente, um bom exemplo para a miudagem do balneário e não só. Suponho que será ele a única novidade da noite. Mas mesmo que surja uma surpresa, a maior ovação da noite já tem dono. É certinho.

4 comentários:

Ricky_cord disse...

É um excelente profissional que, ao que consta, não se importou de abdicar de ir ganhar muito mais dinheiro noutras parabéns para regressar ao clube do seu coração. Abraço

Miguel Nunes disse...

Uma pena as lesões. O Sporting esteve bem a acautelar-se. Ainda dava jeito nos outros dois...

pascoal sousa disse...

Sim, PB, foi pena a parte física, mas lesões todos têm. O que pesa na avaliação das pessoas é a relação idade/lesões. Mas estou convencido que fazendo uma boa pré-época, numa atmosfera mais pacífica que em Alvalade, o PM poderá arrancar uma grande temporada.

Miguel Nunes disse...

Também não tenho dúvidas disso. Mais, não sei, porque não conheço muito bem os novos reforços, até que ponto Pedro Mendes não é superior aos que chegaram. Mas, aceito que não se quisesse arriscar.