sexta-feira, 10 de junho de 2011

O novo Marcolino de Castro



Hoje fui fazer uma visita ao Estádio Marcolino de Castro, a casa do Feirense. Até há uma semana, era um recinto antiquado, onde se podia filmar, por exemplo, uma película sobre o futebol nos anos 70, com espectadores de boné e calças à boca de sino na bancada, a aplaudir jogadores de bigode e farta cabeleira. Hoje é um estaleiro. Amanhã será semelhante (de preferência igual) ao projecto que acima vos apresento. Será um estádio adaptado ao século XXI, com 5 mil lugares, em vez dos actuais 3302, um relvado novo, iluminação e duas bancadas de betão, pré-fabricadas, iguais às que foram montadas no estádio do Portimonense. Será um recinto sem luxos, sem grandes pormenores arquitectónicos, mas equilibrado e digno de receber os milhares de adeptos esperados na época 2011/12. O Feirense, que é um clube cumpridor, que paga as suas contas a tempo e horas, merece ter uma casa assim, «limpinha», humilde e acolhedora.
Enviar um comentário