domingo, 3 de abril de 2011

Porto: acendeu-se a luz do título

FC Porto campeão! Foi um título sem espinhas e, provavelmente, será um título sem derrotas até à última jornada. Abrir o champanhe na Luz é mais uma prova de maturidade competitiva desta equipa de André Villas Boas, mas também mostra à saciedade que os dragões são a melhor equipa nacional do momento. O Benfica, à parte alguns azares físicos e excesso de pontaria ao ferro, até pode ter mostrado alguns argumentos para não perder, mas não mostrou argumentos suficientes para ganhar. Vi pouco do jogo. Para ser franco, depois daquelas tristes cenas de violência fora do Estádio, das pedras arremessadas aleatoriamente às claques portistas, dos tiros disparados pela Polícia, das casa vandalizadas, tudo me parece mau de mais. Pode o futebol sobreviver a isto? Pode, mas será por pouco tempo. Leio sobre o final: apagão na Luz e rega automática ligada nos festejos dos dragões. Por favor, não insultem a América do sul com comparações esquizofrénicas. Isto é cada vez mais Portugal. O País a caminhar para o abismo e o futebol a rir-se da sua desgraça.
Enviar um comentário