domingo, 13 de março de 2011

A entrevista

Lima vai mesmo para o FC Porto?
Não. Isso é uma invenção de um jornal desportivo ["A Bola"]. Nem o Lima, nem o Sílvio. Não há nenhum acordo com o FC Porto. E digo mais: não acredito que o Lima ou Sílvio possam ir para o FC Porto.

O FC Porto não manifestou interesse nesses dois jogadores?
Não. Nada.

António Salvador a O Jogo

Achei a entrevista de António Salvador ao Jogo globalmente interessante. Nalguns pontos foi esclarecedora, noutras ficamos basicamente a saber o mesmo, designadamente no que respeita ao futuro de Domingos. Salvador não cederá a pressões neste e noutros processos. Alguma vez cedeu? Parece-me que a principal motivação de Salvador foi separar águas, desmistificar a propalada aliança com o FC Porto e desmentir categoricamente estar submetido à lei do mais forte neste «casamento» em que «o Braga tem saído sempre a ganhar».

A parte que seleccionei é, para mim, a mais hilariante. Não pelo que diz Salvador, que, ao que parece, não é mesmo pessoa para abrir o flanco no que respeita à venda de activos, mas por causa daquele parêntisis brilhante dos autores da entrevista, que pelos vistos não lêem o próprio jornal. Se o fizessem saberiam que dias antes da Bola o Jogo escreveu isto. Com pompa e chamada à primeira página. Ora, eu há sete anos, quando comprei a minha casa, sinalizei-a. Antes de o fazer falei com o empreiteiro. Achei que devia fazê-lo, afinal era parte interessada no negócio. À falta de melhor opinião, se o FC Porto sinalizou Lima para o contratar no Verão alguém deve ter falado com Salvador. Ah, e houve também conversas com Sílvio antes de Janeiro, vejam lá. Tudo verdade. Alzheimer? Ou não conseguiram o que queriam?

6 comentários:

Pedro Ribeiro disse...

Penso que a entrevista de Salvador apenas pecou por tardia. No mais, foi importante para colocar pontos nos is e foi esclarecedora em praticamente todas as matérias abordadas - mesmo que, em alguns casos, seja preciso ler nas entrelinhas.

Quanto ao que diz nesta entrada, tem razão. A concorrência entre jornais desportivos é feroz e O JOGO procurou aproveitar o momento. Mas aqui para nós, a imprensa de Lisboa (desculpe mas é assim que a vejo) pôs-se a jeito. Ainda hoje, A BOLA e Record fazem capa com o relatório do observador do Braga-Benfica, depois de algumas primeiras páginas lamentáveis - como que a querer justificar algo e pior, a condicionar comportamentos futuros.

Não vou mentir, sempre li as notícias dos jornais desportivos com algum distanciamento, sabendo que cada vez mais eles se regem por critérios mercantis. Mas para tudo há limites. Hoje (i.e., depois da semana que agora acaba), e porque aprendi a respeitá-lo a si como jornalista, vou ver quem é o autor da texto do "seu" jornal, em que o meu clube é notícia. Se lá estiver o seu nome, leio com interesse e seriedade; se for outro, não perco tempo.

[Nota pessoal: se acha que este texto não se justifica no seu blogue pessoal, esteja perfeitamente à vontade para não o publicar. Compreenderei. Li a sua nota numa das entradas abaixo e não quero desrespeitar a sua vontade nem o espírito do blogue. Abraço!]

pascoal sousa disse...

Uma nota apenas,Pedro: está sempre à vontade para ler na Bola as notícias do SC Braga (que como sabe são muitas, mas obtidas com muito suor)seja quem for o seu autor. Normalmente, a cobertura do clube anda sempre à volta dos mesmos 3/4 jornalistas, e por todos eles meto as mãos no fogo. Compreendo tudo o que me disse e respeito naturalmente a sua opinião. Quanto ao conteúdo do relatório, é notícia. Sê-lo-ia mesmo que a nota do árbitro fosse boa. Aliás, e depois de ver o lance exaustivamente, confirmei duas ideias: a atitude do Javi é uma resposta a uma falta de Alan no mesmo lance. Do meu ponto de vista, o vermelho é bem exibido, mas o árbitro falhou, isso sim, a não sancionar a falta anterior. Depois foi golo. Mas não foi golo porque o árbitro marcou a falta. Foi golo porque o Roberto meteu um frango num remate perfeitamente defensável e feliz do Viana. Abraço

Pedro Ribeiro disse...

A sua leitura do lance coincide com a minha. Como já escrevi noutros sítios, o lance nem daria azo a qualquer nota de rodapé caso Javi Garcia não tivesse reagido daquela maneira. A expressão facial de Javi Garcia logo após o lance (não na conferência de imprensa do dia seguinte) é elucidativa...

Quanto ao relatório do observador, é factual e por isso, naturalmente notícia. Mas o facto de ser capa de jornal já será (mais do que) discutível. Só o é - é a minha leitura - em função de capas anteriores que é preciso justificar. Quantos erros bem mais graves são cometidos sem que ninguém se lembre de escrutinar o relatório do árbitro ou do seu observador...

De resto, a mim, não me surpreende nada o que o observador do árbitro escreveu. Depois da campanha mediática que foi feita, ele iria arranjar lenha para (provavelmente) se queimar!? Nestas coisas, a verdade e a razão é de quem "berra" mais alto...

Vou-me ficar por aqui em relação a este assunto! Abraço, com amizade!

pascoal sousa disse...

As notícias sobre os relatórios dos observadores dos árbitros são cíclicas mas frequentes e quando os jogos são polémicos dão sempre primeira página. Isso é para mim mais do que evidente. A opinião do observador é penalizante para o árbitro, mas não passa disso mesmo - de uma visão do lance. Não foi Deus que escreveu aquilo. É mais uma polémica, quando o pó assentar vira-se a página e a vida continua. Infelizmente, haverá sempre destes capítulos no futuro. Num país onde o futebol tem coleccionado alguns êxitos internacionais ao nível de clubes, a percepção do que como deve ser gerido o espectáculo intermamente remete-nos para uma selva sem lei. Abraço

Karlinhos disse...

boa tarde,
gostei da entrevista de salvador apenas fiquei com pena que nao fosse mais incisivo nos ataques de que o braga foi alvo ao longo desta semana.
de resto directo e honesto em tudo o que disse e muito fiel à sua imagem.
quanto ao relatório do arbitro partilho da sua opinião quanto ao lance e sinceramente nem quero muito saber estou mais preocupado a planear a minha viagem a anfield :)
obrigado pelo destaque dado ao meu clube por si e só tenho pena que uma arbitragem vergonhosa como a do naval-braga não mereça o destaque que um cartão vermelho e um frango do Roberto tem na imprensa desportiva!!!

cumprimentos e espermos que sexta feira se escreva história de heróis nas paginas da bola e dos restantes jornais desportivos :)

pascoal sousa disse...

Não vou Anfiel :Ç Esgotei as milhas em Istambul, mas não trocaria essa viagem por nada. Vai ser uma festa bonita, de certeza, o Braga tem pela frente uma empreitada de respeito, mas ninguém pode duvidar das capacidades de uma equipa que foiu enganando o destino que muitos lhe traçaram quando ganhou ao Celtic e Sevilha, o Arsenal, em casa, o Partizan nos dois jogos e virou a eliminatória com o Poznan. Ah, e ganhou ao Liverpoool! Ao enorme Liverpool, o pápa-títulos.