terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Academia do Braga



Prometi há dias que ia procurar nos meus arquivos uma notícia de A Bola, no caso assinada pelo meu camarada António Casanova, sobre o projecto da Academia/centro de estágios do Braga. A peça já tem algum tempo, mas o espírito da obra mantém-se intocável. É uma empreitada de respeito. Numa coisa a notícia continua muito actual: não há ainda conhecimento do terreno onde irá/ou poderá ser erguida a Academia.

8 comentários:

Pedro Ribeiro disse...

Por acaso, já tinha revisto consultando o arquivo do blogue Avenida Central.

Mas não há aqui números. Foi na caixa de comentários de uma das últimas entradas que pela primeira vez vi referir números. Falou em 3/4 milhões/ano para sustentar o funcionamento da Academia. Pois é exactamente este número que me preocupa, mais do que o custo do investimento. Não estou a ver como pode a SAD do Braga (e/ou o clube) sustentar um tal encargo anual...

Costa disse...

Fazendo um esboço mental daquilo que poderá resultar, fisicamente, destes dados, vai sair "monstro".
Em que moldes será isto concretizado? Onde? Será que se vai aproveitar de algumas infraestruturas já existentes? É porque, penso, se for para ser feito de raíz, estará aí um investimento incomensurável. Por muito apoio que se tenha...

Será que vai ser para uso exclusivo do SCBraga? Ou poderá ter outro tipo de exploração que ajude a reduzir/suportar custos?

Um projecto no segredo dos Deuses que anseio por ver com os meus próprios olhos, e saber em que princípios assentará. Tenho algum receio que se dê um passo maior do que a perna. Mais elefantes brancos, não.

Agora, que pode ser importantíssimo para o futuro do clube, e uma forma de aproximação ao topo do futebol e das modalidades (e do desporto bracarense em geral, dependendo da exploração), sem dúvida...

Nuno 1 disse...

Já falaram na quinta de Jós e numa quinta em adaufe (não me lembro do nome).

Vamos ver se realmente é para avançar. Era sem duvida uma projecto grandioso.

Cidchen disse...

O segredo é a alma do negócio.

Eu acredito bem nas capacidades do Salvador para suportar todo esse investimento. Se não visse crescimento, lucro, não se metia numa obra deste tamanho.

dumemartinho disse...

Ho Big;
já agora podias-te lembrar que isso ia ser dirigido pelo então Vice, Arq. Fernando Jorge. Esse já lá não está, quem vai dirigir isso?
Quanto ao que antecede o lugar era Quinta de Cedofeita.
Mas, a coisa parece que está para ser em Tibães.
Já agora tmbém podiam explorar a futura Piscina Olimpica, se alguma vez for concluida.

Bigsousa disse...

Tibães parece-me bem, Dume. Perto do estádio, longe da confusão. Mas não sei se é lá.

Bigsousa disse...

Olá, Pedro. Da informação que tenho no negócio Sílvio, e que foi publicada na altura, é que Tiago Pinto e Mendes passam a ser a partir de 2011/12 activos do Rio Ave, ficando o Braga com uma percentagem do passe deles, salvaguardando uma futura transferência. Há ainda a possibilidade de envolver um terceiro jogador da formação do Braga, mas não é um assunto para discutir no final da época, caso haja interesse efectivo do Rio Ave. Antes que me perguntem quem é o jogador, respondo: o Januário.

CmCorreia disse...

Boas

Engraçado que esse negócio do Silvio é só jogadores Gestifute!!
Só não percebo é porque não apostaram no Tiago Pinto (22 anos) e apostaram em Elderson (22 anos) é por ser português? É por ser filho de quem é?
Cá para mim isto é só jogadas de empresários (neste caso empresário!!).
Porque é que se quer fazer uma academia (ainda por cima uma super academia) com custos que são insoportáveis (a não ser que alguma entidade/empresa injecte constantemente dinheiro e depois o vá buscar na venda de jogadores) se depois o que se vê é que jovens jogadores são para rodar?!
Não percebo, mas se calhar é mesmo para não perceber...

Abraço