sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

O «novo» Braga



Não vi o jogo e por isso não me vou alongar muito no comentário dos 3-0 aplicados pelo Braga ao Portimonense - cada vez mais uma equipa de boas festas, digo eu. Direi que é a evolução natural de um ciclo que foi inaugurado quando a equipa de Domingos goleou 5-0 a Académica. Com o reajustamento que plantel sofreu em Dezembro, e que vai prolongar-se por Janeiro (seis saídas, venda do passe de Matheus e as coisas não vão ficar por aqui), novos protagonistas surgiram no filme desta época, com a força e a motivação necessárias para conferir nova dinâmica ao Braga e, sobretudo, um renovado espírito de conquista.

Artur Moraes, Hélder Barbosa, Custódio, Guilherme (grande miúdo, sempre pronto para funcionar bem em todas as posições), Paulão, Aníbal, Hugo Viana, Meyong, Keita, todos eles formam a nova corrente sanguínea do Braga. E há os que se mantêm no caminho certo desde o início: Sílvio, Alan, Paulo César, Rodriguez, Elderson, Vandinho, Lima. Salino e Mossoró (atitude lamentável na substituição, isso eu consegui ver) estão na chamada zona cinzenta relativamente ao que podem e sabem fazer... Com o reforço da equipa em Janeiro, estou convicto que o Braga ainda vai dar muito trabalho aos grandes. A um deles, pelo menos.

PS: Não vi o jogo mas estou em casa a trabalhar no duro para o jornal. Já lá vão 13 horas. Há coisas a acontecer, sabem? Amanhã lêem na Bola. Agora, é tempo de abraçar o filho mais velho: está com um ataque de tosse porque, tal como pai, sofre de rinite.

10 comentários:

Pedro Ribeiro disse...

O que quer dizer com zona cinzenta? Também podem sair? Se é que quer (e pode) responder, claro.

A verdade é que após este jogo estou menos optimista do que depois da derrota de Alvalade. Estivemos globalmente pior, inacreditavelmente amorfos no primeiro tempo.

Felizmente, a entrada de Barbosa por Mossoró revelou-se acertada (apesar de não me parecer, na altura, ter sido uma boa opção). Fico duplamente contente pelo facto de Barbosa ter sido interveniente directo nos golos (1º e 3º) para que sirva a Mossoró de lição. A sua atitude foi inqualificável, pior ainda pelo facto de Alan ainda ter tentado acalmar o jogador antes de sair do terreno (o que por si só mostra que as coisas já não estariam bem). Com isto, ficou exposto de forma quase obscena que as coisas naquele balneário não estarão muito bem. E já foram embora seis ou sete jogadores...

Francamente, fiquei muito incomodado com o que vi. Não augura nada de bom...

pascoal sousa disse...

Não, Pedro. Por zona cinzenta quero dizer que têm de se preocupar mais com o colectivo que com o ego. Sempre. Nos jogos e nos treinos. Essa é a verdadeira força do Braga. Estou certo que o Mossoró irá pedir desculpa pelo seu gesto irreflectido, porque é um bom homem e um bom profissional. Passou um mau bocado com a lesão, não fez pré-época e a frustração, neste quadro, é normal. O Salino, que é um belíssimo jogador, tem, por seu lado, de compreender que não pode viver do bom arranque de época que fez.

Miguel Nunes disse...

3 golões.

pascoal sousa disse...

Já os vi no teu blogue, PB. Golos bem trabalhados, é certo.

Anónimo disse...

Boas
Entre no Futebolnatv, e veja o melhor site de programação desportiva nacional.
Basta entrar em: www.Futebolnatv.com
Obrigado
Cumprimentos

Hugo disse...

Tenho-lhe a dizer que sempre tive má imagem da maioria dos jornalistas desportivos (e continuo a ter sobre muitos) mas consigo essa onde negativa desvaneceu-se um pouco. A forma como escreve, os factos que relata e isenção que põe naquilo que diz, fazem gostar muito de cá vir! Continue o bom trabalho!

P.S. - Venham de lá essas novidades sobre os reforços do Braga, que o coração já não aguenta tantas noitadas à espera dos primeiros sinais de fumo... :D

pascoal sousa disse...

Obrigado pelas palavras simpáticas, Hugo. Quanto a novidades, você já as deve conhecer. O Moisés, depois de hesitar entre a Béliga (Anderlecht) e o Catar (Al-rayyan) acabou por optar pelos petrodólares já perto da madrugada. Perde-se a parte desportiva ganha-se e muito na parte económica. Decisão normal num jogador com 31 anos. Por outro lado, os árabes encurtaram o tempo de contrato. É de ano e meio mas ele queriam mais. Ano e meio pode passar rápido, dependendo da cadência a que caem os dólares na conta :p. Essa saída implica a entrada de um central. É forçoso. Central e avançado tb. A ver vamos como segue a dança. Abraço

Mauro Silva disse...

Caro dornomenisco,

Seria possível linkar o Sporting Visto Por Nós (http://sportingpornos.blogspot.com/) aqui no seu blog?!

O seu dornomenisco já se encontra devidamente linkado na barra lateral do referido blog, no separador 'Interessantes'!
*Caso não consiga ver, clique em mostrar todos, pois por definição só aparecem os 5 mais recentemente actualizados.

Desde já, obrigado!

pascoal sousa disse...

Já lá mora, caro Mauro. Na secção adeptos. Um abraço e boas «postas»!

Cidchen disse...

Com estas saídas do plantel, só peço um central e um lateral. O resto, que venha na próxima época.