quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Estou consolado



Hesitei muito em comprar esta maquineta ao meu filho. Tanto hesitei que só a teve no último dia de 2010, depois de se lamentar de cinco em cinco minutos de ser o único dos primos que não tinha uma Wii. Para quem não sabe, uma Wii é uma consola de jogos produzida pela Nintendo que reproduz no ecrã os movimentos do corpo, através de um comando sem fios. Tanto serve para jogos como para dançar ou fazer ginástica.

Este último ponto - o movimento e a interacção - convenceram-me que podia haver algum mérito nessa tecnologia que anulasse, ou atenuasse, as desvantagens das consolas convencionais - que são convites ao ócio, despertam angústias, alteram o sistema nervoso e criam vício. O vício controla-se com regras bem definidas. Felizmente, as regras só se aplicam ao meu filho. Eu posso jogar até o braço me doer. E dói que se farta. Parece que não, mas depois de uma hora a jogar aquilo, parece que saímos de uma meia maratona.

Enviar um comentário