sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Almoço com vista para o relvado



Com o Braga no sol do Algarve, mudei de coordenadas geográficas e escapei-me para a Aveiro. Gostei. Em especial do almoço. Embora sem companhia desfrutei de um repasto de grande qualidade no restaurante «Executivo» do EMA - Estádio Municipal de Aveiro. Com vista para o relvado principal. Como é raro assistir a um treino do Beira-Mar, cheguei ao estádio para a conferência de Imprensa de Leonardo Jardim convencido de que ia dar de caras com um vazio imenso. Mas não. Está lá instalada uma escola profissional que dá alguma vida ao recinto.

Do restaurante, dou as melhores referências. Bom ambiente, buffet de qualidade superior e a preços moderados- 13.50 (à fartazana, ou seja, tudo incluído), 6, 50 e 5.50 euros (entradas, um prato quente, sobremesa). Há ainda a cantina da escola, que também serve ao público, com tabela ainda mais competitiva.

Escola e restaurante não chegam, obviamente, para justificar a enormidade deste elefante branco do Euro'2004. Mas pode ser um início. O estádio é espaçoso e autoriza outros serviços. À primeira garfada, deitei um olhar para as bancadas: aquele segundo anel superior era, nos dias de hoje, dispensável. Deitar tudo abaixo, como há tempos foi sugerido por um político da terra, não me parece uma solução viável. Reorganizar, dinamizar, se calhar tentar perceber se é possível reduzir lugares na bancadas e no estacionamente (como se fez em Leiria, embora sem deitar nada abaixo) - eis algumas alternativas. O Beira-Mar também dá vida ao Estádio. Muita. E continua a ser um clube saudavelmente simpático a receber.
Enviar um comentário