sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

O futebol é intrigante



Engraçado o futebol. A Académica, que parecia destinada a assinar uma época de luxo, despede-se de 2010 com nova goleada. 5-0 em Braga, depois do clamoroso 1-5 em casa, com o Marítimo, 10 golos sofridos em 180 minutos, aqui está o resumo de um Natal amargo. Ao invés, o Braga, com sangue novo na equipa, muito por culpa da catadupa de lesões que afecta o plantel, sai do marasmo e um ano depois de se ter sagrado campeão de Inverno (dia 18 de Dezembro de 2009, na Mata Real) deixa no ar a promessa de uma renovada atitude em 2011 - primeiro golo de Keita na estreia a titular, Paulão a facturar, Meyong renascido das cinzas, Custódio no onze, enfim, é o que se chama de verdadeira revolta da segunda linha.

O que quer isto dizer? Talvez nada de mais. É assim o futebol. Imprevisível. Intrigante. Porque conheço bem a fibra do seu treinador, sei que a Académica vai regressar da paragem mais forte. Porque conheço bem este Braga, acho que depois das festividades vai aparecer aí uma equipa ainda mais renovada e mais forte. Forte até que ponto? Mais forte que o Sporting, suspeito eu.
Enviar um comentário