sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

O futebol é intrigante



Engraçado o futebol. A Académica, que parecia destinada a assinar uma época de luxo, despede-se de 2010 com nova goleada. 5-0 em Braga, depois do clamoroso 1-5 em casa, com o Marítimo, 10 golos sofridos em 180 minutos, aqui está o resumo de um Natal amargo. Ao invés, o Braga, com sangue novo na equipa, muito por culpa da catadupa de lesões que afecta o plantel, sai do marasmo e um ano depois de se ter sagrado campeão de Inverno (dia 18 de Dezembro de 2009, na Mata Real) deixa no ar a promessa de uma renovada atitude em 2011 - primeiro golo de Keita na estreia a titular, Paulão a facturar, Meyong renascido das cinzas, Custódio no onze, enfim, é o que se chama de verdadeira revolta da segunda linha.

O que quer isto dizer? Talvez nada de mais. É assim o futebol. Imprevisível. Intrigante. Porque conheço bem a fibra do seu treinador, sei que a Académica vai regressar da paragem mais forte. Porque conheço bem este Braga, acho que depois das festividades vai aparecer aí uma equipa ainda mais renovada e mais forte. Forte até que ponto? Mais forte que o Sporting, suspeito eu.

5 comentários:

Carlos Alexandre disse...

boa tarde,

perdoe provavelmente o abuso de escrever aqui mas como leitor do blogue, e sabendo como está ligado ao jornal abola, não posso deixar de expressar o meu desagrado pela noticia publicada este sabado on-line,e posteriormente este domingo no jornal sobre a saída de madrid e aguiar do braga. ainda que estas sejam verdade,e o jornalista estará muito melhor informado que eu sobre isso, passaram 24 horas sobre a publicação da mesma, usando expressoes como o braga, divulgou, o braga garantiu entre outras afirmaçoes parecidas. ora em nenhum orgão oficial do braga, ou reproduzindo declaraçoes de algum membro responsavel,isto foi confirmado ou sequer abordado pelo clube por isso acho uma noticia sensasionalista. desculpe o desabafo e uma vez mais o abuso.

cumprimentos

pascoal sousa disse...

Carlos Alexandre: desculpe, mas respeitando a sua opinião tenho de discordar: a notícia da Bola nada tem de sensacionalista, porque relata factos verdadeiros, concretos, e não coisas fantasiosas que, essas sim, são a fonte de notícias sensacionalistas. No que ao Braga diz respeito, nunca vai ver notícias dessas na Bola. O ponto que foca - a origem da notícia - foi noticiado pela Lusa e ampliada por todos os jornais. Não vejo onde está o problema. Não é seguramente isso que torna uma notícia sensacionalista. Pelo contrário, torna-la-á mais correcta. Abraço

saviolz. disse...

http://remate-cruzado.blogspot.com/ troca links ?

Carlos Alexandre disse...

assim sendo peço desculpa pelo comentario anterior embora ache que deveria entao ter alguma referencia à agencia lusa como fonte da noticia, porque como diz a noticia o scbraga revelou uma lista, e ai estará de acordo comigo até a este momento ainda tal nao aconteceu oficialmente por parte do clube. de resto só tenho é k dizer bem do acompanhamento por parte de abola do meu clube porque é o mais coerente dos 3 jornais a faze-lo ao contrario de outros que até um banner do clube tinham no seu site no pós-sevilha e agora voltaram ao quadradinho do costume!
bom trabalho de um fiel seguidor do seu blogue e boas festas para si e para os seus.

pascoal sousa disse...

Obrigado, Carlos Alexandre. Boas festas para si também e para toda a família. Deixe só que lhe esclareça o seguinte, ainda a propósito do ponto que referiu: tem toda a razão quando diz que os relatos sobre saídas no Braga só serão oficiais quando o clube assumir. Entretanto, os movimentos sucedem-se, há decisões tomadas e aos jornais cabe, naturalmente, noticiá-las, utilizando para o efeito fontes credíveis e de preferência bem colocadas. Se há coisa que detesto, e que de resto é errado e censurável do ponto de vista jornalístico, é colocar fontes anónima a falar. Soa a recado e os jornais servem é para informar o leitor, não confundi-lo. A notícia que referiu e leu na Bola online era da Bola, não da Lusa. A referência à Lusa tem a ver com o que saiu online nos outros jornais, tendo como base esse texto da Lusa. E aí, sim, referia-se por diversas vezes a fonte do Braga. Oficial ou não, isso eu não sei nem vou entrar por aí. Estou de férias, embora sempre alerta. Abraço