segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Não foram 8, não...

Não foram 8 mas foram 5, Ronaldo. Se dúvidas havia, o Barcelona dissipou-as no Camp Nou: é a melhor equipa espanhola e nem o efeito Mourinho pôde combater essa evidência. Mais futebol, melhor futebol, mais circulação de bola, melhor organização ofensiva e defensiva. Aqueles passes de ruptura partiram a meio a defesa madrilena! Este Barça é de facto uma máquina de talento e eficácia. O que me parece é que a partir do terceiro golo, os merengues entregaram a alma ao criador.
Enviar um comentário