terça-feira, 28 de setembro de 2010

É pensar na Liga Europa...

Estou neste momento no Axa, vazio de público e de emoção. Acabei de enviar a apreciação da equipa do Sp. Braga. Elegi o Matheus como o melhor da equipa. O homem do jogo foi Douglas Costa, autor de dois passes de morte para Luiz Adriano e que fechou a noite com o terceiro golo, obtido na conversão de uma grande penalidade. Depois da chapa «3» aplicada pelo Shakhtar ao Sp. Braga, resta aos minhotos pensarem na Liga Europa. Para isso acontecer, têm de ganhar, dia 19, ao Partizan e empatar ou ganhar na Sérvia. O terceiro lugar, até ver, é uma hipótese. Tal como é o último posto que a equipa ocupa o grupo H.

O Sp. Braga entrou bem, teve oportunidades, através de Salino, de chegar ao intervalo a ganhar. Depois emergiu a imensa qualidade do Shakhtar. É mais equipa que o Sp. Braga, não há que esconder as evidências. Individualmente e como colectivo, os ucranianos foram muitos melhores na segunda parte do que fora o Sp. Braga na primeira. Marcaram, num frango de Felipe, e sem dificuldades engordaram o resultado. A frio, direi que a troca de Salino por Lima não correu bem. Não por culpa de Lima, que fez o que dele se esperava, mas porque sem referência criativa o Sp. Braga sucumbiu perante o agigantamento das melhores unidades do Shakhtar - que são muitas, Luiz Adriano, Douglas Costa, Willian, Pyatov (belo guarda-redes), Hubschman, Srna, Mkhitaryan, e por aí fora.
Enviar um comentário