sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Reviravolta à leão



Hoje, o dia foi uma «estafa» e nem pude deitar um olho ao jogo do Sporting nem ouvir ou ver pela «net» o FC Porto-Genk. Mas, no caso dos leões, não é preciso ver - basta verificar que a promessa de reviravolta feita por Paulo Sérgio e Carriço na véspera se traduziu, na prática, na passagem épica da equipa à fase de grupos da Liga Europa. Essa vontade e crença podem valer mais do que quatro ou cinco reforços. É para durar? Depende do uso que for dado ao valor acrescentado que esta qualificação teve para o Sporting. O que não pode acontecer - embora seja natural que aconteça - é que nas derrotas tudo seja mau, muito mau, e que nas vitórias tudo seja bom, óptimo mesmo. O Sporting, e os seus adeptos, hão-de encontrar em breve um ponto de equilíbrio.

Sobre o Porto, vi uma imagem que me comoveu: a de Hulk, em lágrimas, a dedicar um dos golos à sobrinha de um ano, que faleceu em circunstâncias dramáticas. Hulk marcou três golos, dois deles bem bonitos, pelo resumo rápido que vi na SIC. Tenho a certeza que a dedicatória do tio Hulk chegou ao céu.
Enviar um comentário