sábado, 10 de julho de 2010

Que osga!



Encontrei uma osga no parapeito de uma janela aqui do jornal. Como ando cheio de dúvidas existenciais, e empurrado pela edificante onda animal que varre o futebol mundial, pus de um lado uma mosca com o número 8 e do outro o mesmo espécime com o número 9. Devagar, devagarinho, mas com a convicção típica da osga, dirigiu-se para a primeira mosca. É incrível! Descobriu que eu ia sair às 8 horas. Espero que as televisões estejam atentas a este fenómeno.
Enviar um comentário