sábado, 3 de abril de 2010

Vai um penálti?



Acordei esta manhã com uma fortíssima dor de cabeça. O meu médico de família bem que me alertou: um penálti por jogo, tudo bem. Dois penálties, vá lá que não. Mais do que isso é correr riscos de provocar no cérebro um conflito interno com consequências dolorosas. Grande médico de família, pá. De facto, o derby minhoto deixou-me de rastos. Ainda guardo na memória a calma olímpica de Artur Soares Dias a assinalar penálties em cascata e a puxar do vermelho como se não houvesse amanhã. E a magia dos dois centrais do Braga? Fizeram desaparecer um penálti e dois cartões sem tirar nada da cartola - bastou chamar à razão um juiz que por dentro devia estar pior que um vulcão em ebulição. Apesar da impressionante calma olímpica que exibiu.

Esta foi, para mim, a parte mais triste do derby: ser Artur Soares Dias o mau da fita. Acho que é um bom árbitro, um árbitro com futuro e não mudei de opinião por causa do trabalho desastrado que assinou no Axa. Há Dias assim. No resto, fica o registo histórico, para o Braga, de ter conseguido no dia 2 de Abril assegurar matematicamente o terceiro lugar. É inédito. Claro que não vai ficar por aqui. Se ganhar em Leiria, a Champions estará protegida do ataque voraz do dragão.

PS: A violência que se assistiu nas bancadas, com arremesso de centenas de cadeiras, é um acto que só posso apelidar de animalesco - com todo o respeito pela vida animal. Hoje, no treino matinal do Sp. Braga, o parque situado atrás de uma das bancadas estava repleto de vidros partidos no chão. Parece que antes do início do jogo, a Polícia fechou diplomaticamente os olhos ao ataque brutal de adeptos vitorianos aos carros que por lá estavam estacionados. Da mesma forma, é lamentável e inadmissível que na viagem de regresso à cidade berço, autocarros transportando adeptos do Vitória tenham sido atingidos por pedras, provocando o rebentanento de vidros e colocando vidas em jogo. Mais do que animalesco, este comportamento é criminoso. Mais uma vez: onde estava a Polícia?

Enviar um comentário