quarta-feira, 24 de março de 2010

Um finalista já está...

A vitória do FC Porto em Vila do Conde, por 3-1, coloca os azuis e brancos com pé e meio no Jamor. Pé e meio, mais os dois braços e basicamente quase toda a estrutura anatómica do dragão, porque não é crível que o Rio Ave consiga na Invicta converter essa desvantagem numa heróica passagem à tão deseja final da Taça de Portugal. Na ausência de muitos atacantes, Jesualdo operou uma pequena revolução táctica, compactando a equipa num 4x1x4x1 com Guarín no onze. E a novidade foi essa, o colombiano, que até marcou um golo (ou meio golo, porque Ruben Micael fez-lhe a papinha toda), não é sempre pé-frio. Hoje, pelo menos, não o foi.
Enviar um comentário