quinta-feira, 18 de março de 2010

Jogam muito...

Da mesma forma que o Marselha justificou o empate na Luz, o Benfica mereceu ganhar no Vélodrome. O 1-2 com que os encarnados arrumaram os franceses da Liga Europa até peca por escasso em face do volume ofensivo da águia. Do ponto de vista anímico, é uma vitória muito importante para a equipa de Jorge Jesus. A exibição do Benfica na casa do Marselha reforça a inquietação dos seus principais adversários internos e elimina argumentos que, futebolisticamente falando, são pouco coerentes e nada realistas. Este Benfica, diga-se o que se disser, joga que se farta, tem uma personalidade vincada e uma mentalidade vencedora como há muito não se via. O resto é folclore.
Enviar um comentário