quinta-feira, 11 de março de 2010

I'm Alive!



Estava a ver que não. Experimentei alguns problemas técnicos, mas à terceira tentativa lá consegui fintar os vírus. Urge deixar para trás o título do último - «Porto de Honra». Não houve lá muita honra na forma como os dragões se despediram da Champions, implacavelmente goleados por 5-0 por um Arsenal com talento e credenciais para chegar à final da prova, isso se, entretanto, Gallas voltar ao centro da defesa para substituir o veterano Campbell. As análises sobre o jogo feitas nos últimos dias foram eloquentes e elucidativas, o projecto portista está esvaziado e um novo ciclo terá de ser aberto no futuro. Dizem os entendidos que será já sem Jesualdo Ferreira no banco, sem Bruno Alves e Raul Meireles no plantel 2010/11 e, digo eu, sem meia dúzia de outros «artistas» que também tiveram papel preponderante neste filme de terror azul e branco.

Gostei muito do Emirates Stadium, do ambiente que envolveu a partida, da forma como o público local participa no espectáculo. Ter o privilégio de ver ao vivo jogadores como Almunia, Nasri, Arshavin, Bendtner (muito gosta de marcar aos portugueses), entre outros, é mesmo isso - um privilégio. Mais tarde ponho aqui algumas fotos de Londres.
Enviar um comentário