sábado, 27 de fevereiro de 2010

No sítio certo, à hora errada

Quando cheguei ao restaurante para jantar, sou informado pelo empregado que tinha perdido o terceiro golo do Braga por um minuto. Soltei um sorriso amarelo. Esperei. Não vi mais nenhum golo. Começa o Leixões-Benfica. Vou já na sobremesa e ameaço pedir o café. Olha, um golo! Marca o Di Maria, mas o auxiliar de Lucílio Baptista anula o lance. Ui, erro tremendo! Pago e saio do restaurante, com o resultado a zeros. Da mesa ao hotel são dois minutos a pé. Chego à recepção, deito um olho ao ecrã e nem consigo acreditar: 0-1. Ainda estou à espera da repetição...
Enviar um comentário