sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Sami e Nwoko no Doxa



Ainda ando pelo Chipre, para dar conta de que a equipa mais portuguesa deste pequeno país, o Doxa, voltou a atacar no mercado luso. Sami, ponta-de-lança dos quadros do Marítimo, foi cedido até ao final da época à formação cipriota, que conta no seu plantel com 12 jogadores de nacionalidade portuguesa, além de brasileiros e outros estrangeiros que passaram recentemente pelas nossas duas Ligas profissionais. Com Sami, viajou para o Chipre o nigeriano, naturalizado maltês, Nwoko que teve uma época no Leixões.

3 comentários:

Ricardo Veloso disse...

Tu BigSousa a atacar em grande estilo!

pascoal sousa disse...

Eu não, amigo Ricardo Veloso, você é que ataca pela calada e em força no Chipre. Quantos jogadores já levou para lá? 20? Vi o seu «outro» blogue. Espectacular. Um dia vai contar-me onde bebe tanta inspiração com a vida agitada que leva. Abraço

Anónimo disse...

E o jogador Nwoko ja tinha assinado com o Doxa ha 1 mes e o empresario do jogador nao é o senhor em questao.
O Sami nao assinou no Doxa, esteve em testes e nao ficou, e é representado pelo Sr.Nelson Almeida.