quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Realmente, é um pouco «tuga»



Mais uma história fora do âmbito do futebol, tão insólita que até podia inspirar a Al Qaeda: no sábado passado, um passageiro de um voo da Ciprus Airways que partia de Larnaca com destino a Antenas saltou do avião quando este se preparava para levantar voo. O indivíduo abriu uma das portas laterais de emergência, e perante meia centena de passageiros aterrorizados saltou para a pista e correu até dizer basta - melhor, até chegar a um hotel da cidade e ser detido pelas autoridades.

Agora, a parte bizarra da história, quanto a mim: o tipo, de 28 anos, é meio grego, meio português. Não sabia que existia, mas já que existe, cuidado. Assina com o nome Moreno Tavares Lizason (este último apelido deve ter sido tomado de assalto pelas gralhas) e, num primeiro interrogatório, explicou que pensara ter visto um passageiro armado no avião. Depois reflectiu melhor e avançou com outra explicação: só queria saber se os sistemas de segurança do avião estavam a funcionar. Pelos vistos, não estavam.
Enviar um comentário