segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Mais uma morte estranha



Antonio de Nigris, avançado do Larrisa, da Grécia, morreu aos 31 anos de paragem cardíaca, durante o sono. Internacional mexicano e dono de um longo currículo, De Nigris é mais uma vítima de uma morte estranha e inexplicável no futebol. Isto já mais parece uma epidemia. Com o avanço que a medicina conheceu nas últimas décadas, será assim tão difícil determinar a causa para este nefasto fenómeno?

Enviar um comentário