quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Bem dito



"Esta é a resposta aos abutres que me criticaram. Mas tive muitos que sempre me foram dando força e que apreciam o meu trabalho"

Eduardo, guarda-redes da Selecção Nacional e do Sp. Braga

Quem não se sente não é filho de boa gente e Eduardo respondeu na hora certa aos críticos. Soube esperar pelo momento nais adequado para, com punhos de ferro, rebater as leituras levianas e por vezes disparatadas que sobre ele foram feitas desde que assumiu a baliza de Portugal. Os recordes pulverizados ao serviço do Sp. Braga, a conquista de uma Taça da Liga pelo V. Setúbal, numa final em que ele foi realmente o primeiro responsável pelo êxito sadino, a forma como subiu a pulso no futebol, tudo isso chegaria para, de boa fé, se reconhecer o mérito do guardião e o seu talento para a baliza. Por Portugal, Eduardo está 498 minutos sem sofrer e não tenham ilusões: não vai ficar por aqui.
Enviar um comentário