domingo, 4 de outubro de 2009

Maré alta



Que grande «jogatana» vi esta tarde no Estádio do Mar. E com uma arbitragem imaculada de Artur Soares Dias. Numa batalha intensa, imprevisível e disputada até ao último segundo, o Leixões venceu por 3-2 o U. Leiria. Mas podiam ter sido os leirienses a ganhar. Acima de tudo, ganhou o espectáculo e o público que saiu de barriga cheia. Uma tarde de futebol à inglesa, com muita emoção e ataques em catadupa. Quando desceu o pano e se ouviram os últimos aplausos, as luzes apagaram-se e os jornalistas escreveram as crónicas e a reportagem no escuro. Aí, percebemos que não estávamos em Inglaterra.

PS: O herói do jogo foi José Manuel, 34 anos cheios de genica. Leiam amanhã nos jornais. O vilão foi Benitez, que apontou um autogolo. Chego a ter pena do argentino, porque é tão mal-amado no Estádio do Mar como era no Dragão. É um jogador extraordinariamente limitado, disso não restam dúvidas. Foi substituído dois minutos depois de se enganar na baliza. Saiu debaixo de um coro de assobios só abafados pelo golo de José Manuel, um minuto depois de render o ex-portista...
Enviar um comentário