quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Soltas de Londres



Treino do FC Porto em Stamford Bridge. Na imagem, Pinto da Costa está ao lado de Bosingwa. O ex-lateral não jogou por estar castigado e aproveitou a tarde livre para visitar antigos companheiros e rever alguns elementos da estrutura do clube.



Uma estação de metro em Londres. É a melhor forma de conhecer a enorme metrópole inglesa, uma das capitais do Mundo. Uma sugestão para quem preferir o táxi: a bandeirada daqueles «cabs» ingleses pretos custam o dobro de um táxi normal. Um exemplo: de Heathrow a Fulham paguei 55 libras num táxi tradicional inglês. Num normal, e para fazer o percurso inverso, desembolsei apenas 37 libras. Ainda por cima, aqueles tractores não são nada confortáveis. Apenas bonitos...




Vista de Piccadilly Circus, uma das mais famosas praças de Londres. Espectacular, mesmo com chuva





O magnífico mercado de Covent Garden, onde se pode comprar um pouco de tudo, desde especiarias a perfumes, passando por artesanato e roupa chique. Um ambiente fascinante que cativa o visitante




Ainda no Covent Garden: concerto de um sexteto de estudante de música. Um espectáculo que se repete por Londres, onde e quando menos se espera



Stamford Bridge, estádio do Chelsea. Panorámica do «banquete» oferecido pelos blues aos jornalistas ingleses, portugueses e de outros pontos do planeta que fizeram a cobertura do jogo Chelsea-FC Porto




Stamford Bridge uma hora antes da partida. Vazio não parece tão intimidante. Vê-lo cheio desperta todos os sentidos




Entrada das equipas. Bancadas a transbordar de emoção. Que comece a Champions!



Bruno Alves e Rolando surgem num monitor do estádio. Ainda Anelka não imaginava que ia marcar um golo de recarga...
Enviar um comentário