quarta-feira, 16 de setembro de 2009

I'm Back



O choque térmico que experimentei à chegada a Lisboa, depois de três dias de chuva e temperatura outonal em Londres, acentuou o desgaste dos últimos quatro dias. Já não estava habituado a tanto calor e a capital portuguesa estava quente quando às 14.30 horas o avião pousou (desta vez suavemente) na pista da Portela. Para trás ficou o Chelsea 1-FC Porto 0. Mais uma derrota portista em terras de Sua Majestade, atenuada pela boa exibição colectiva dos dragões. Mesmo assim, voaram três pontos e como não conheço nenhum portista que se sinta realizado com «vitórias» morais não há como contornar a questão essencial do jogo. Podia ter corrido melhor. Quanto a mim, a vitória do Chelsea justifica-se mais pelo número de ocasiões do que por aquilo que ingleses produziram em campo. Mas venceram bem. O empate seria um prémio pela reacção do FC Porto ao golo de Anelka, por sinal um golo bonito, de recarga.

Um facto raro: os jornais ingleses reconheceram que o FC Porto foi forte em Stamford Bridge e que merecia melhor sorte. Como sempre, esperavam que os portugueses fossem esmagados, o que revela mais do que desconhecimento - é mesmo desprezo. Criticado no final, Ancelotti não percebeu bem o que queriam dele e lá foi lembrando à plateia de jornalistas ingleses que quem diminuiu o campeão português não foi ele...
Enviar um comentário