quarta-feira, 29 de abril de 2009

Será que passa?

A Liga quer penalizar com a perda de pontos os clubes que durante a temporada desportiva excederem os três meses de ordenados em atraso e não regularizem a situação nos 30 dias seguinte à notificação. Em discussão na Assembleia-geral da Liga da próxima segunda-feira estará, entre outros pontos, o artigo 57.º A a incluir no Regulamento Disciplinar, que prevê a perda de três a seis pontos e a aplicação de multa de 5 a 10 mil euros a quem dever mais que três meses de salários e não pagar em tempo útil. Em caso de reincidência, a penalização será agravada.

Não é líquido que os clubes, mesmo os que cumprem com as suas obrigações a tempo e horas, concordem com esta moldura disciplinar. Aliás, alguns já se manifestaram contra a proposta, por a considerarem demasiado dura. Se esta vaga de fundo vingar, o artigo 57.º A não passará de uma boa intenção. Se passar, Hermínio Loureiro vence uma importante batalha para acabar com a concorrência desleal no futebol português. Têm a palavra os clubes... e isso é que é preocupante.


Enviar um comentário