sábado, 14 de março de 2009

No fundo, bem lá no fundo...



O Benfica chega à 22.ª jornada desta época com mais três pontos que na temporada passada. O FC Porto, se ganhar à Naval, soma 48 pontos - menos seis que em igual período da época transacta. Diz-nos a lógica matemática que comparativamente à edição 2007/2008, o dragão deu nesta Liga mais «abébias», o que permitiu à águia alimentar a ilusão do título mesmo sem conhecer uma substancial melhoria de rendimento.

O futebol também é isto: números, factos, comparações. Quique tinha razão quando na véspera do jogo com o V. Guimarães afirmou que «agora se joga tudo». Joga-se tudo, perde-se em igual proporção. E o Benfica, salvo grande cambalhota, terá hoje dado um tiro fatal nas suas frágeis expectativas de sucesso no Campeonato.

No fundo, bem lá no fundo, os benfiquistas sabiam que aquele desfilar de resultados magros e exibições paupérrimas não trazia nada de bom. O futebol tem a sua lógica e isso já não tem nada a ver com matemática.
Enviar um comentário