quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Ler faz bem...



"Vítor Baía admitiu que a intenção no Olival é formar jovens jogadores à Porto. Para isso utiliza-se a comunicação social e o que o clube considera ser uma diferença de tratamento, colando recortes dos jornais nas paredes dos balneários. «Enquanto jogador notava muito a diferença de tratamento, mas espero que não mude»."
Fonte: Maisfutebol

PS: Recortes de jornais? Muito didáctico. No meu tempo, a formação de um jogador andava de mãos dadas com a formação do indivíduo. Suponho que em breve teremos grandes talentos a sair do Olival para as redacções. Baía falou no âmbito do debate organizado pelo Clube dos Pensadores e no qual sublinhou alguns defeitos daquela que é por muitos considerada a melhor escola de formação da actualidade, a do Sporting. O que será que o treinador holandês dos juniores pendura nas paredes do balneário? A secção desportiva do De Telegraaf? Ou a última notícia de O Jogo que o colocava com pé e meio no Vizela?
Enviar um comentário