domingo, 2 de novembro de 2008

Assalto ao castelo


Foto: Reuter/Yahoo.com

A capacidade de sofrimento do Benfica na segunda parte do jogo com o V. Guimarães garantiu-lhe um triunfo importante numa ronda em que o FC Porto perdeu e o Sporting fez pela vida em Vila do Conde. Como disse, e bem, Manuel Cajuda, o Benfica teve o mérito de explorar bem os erros do adversário e depois o mérito de saber preservar os três pontos, sobretudo depois de estar reduzido a 10 unidades. Suazo e Sidnei, os autores dos golos, são reforços de qualidade nos encarnados, bem como Douglas, o ponta-de-lança do Vitória. Há poucos jogadores assim em Portugal e imagino que em breve Douglas esteja a jogar a um nível ainda mais elevado.
PS: O golo 5000 do Benfica, marcado por Suazo, entra na galeria dourada pela execução do passe de Aimar e a forma como o hondurenho arranca em força até à área vitoriana, deixando dois adversários para trás para bater Nilson. É arte em movimento. Simbolicamente, dir-se-ia que as letras e trivelas mudaram-se para a Luz. A confirmar.
Enviar um comentário