quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Antes tivesse dormido!



Sempre ouvi dizer que o travesseiro é um bom conselheiro nas horas más. É mentira. No mínimo, nem sempre é verdade. O meu projecto de sono após o intervalo do Brasil-Portugal foi fortemente abalado pela informação que a televisão me devolveu quando já estava com o dedo no botão «desligar». 4-2 a meia hora do fim? Vi o resto do jogo, porque o ser humano tem esta estranha tendência de gostar de sofrer quando pode estar na paz dos anjos. A vantagem é que àquela hora a sonolência (minha e de Portugal) funcionou como uma anestesia contra a dor, portanto ver Elano e Adriano, o amigo do peito de Mourinho, enfiar duas batatas na baliza de Quim não me chocou por aí além.

Mas adormeci com a imagem de Carlos Queirós a levar as mãos à cabeça. E sonhei (foi mais um pesadelo) que em breve Portugal estará a fazer companhia ao Azerbaijão e à Áustria no ranking da FIFA. Se os registos continuarem a piorar desta forma, não digo nada.
Enviar um comentário