quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Pacheco já mora em Belém



Jaime Pacheco já mora no Restelo. Na apresentação como novo treinador do Belenenses disse querer «relançar a carreira». O clube parece ser o ideal para o efeito, mas depois da rábula do telefonema para Jorge Costa que devia ter como destinatário Jaime Pacheco, sobram algumas dúvidas sobre a capacidade de organização dos que gerem os destinos de tão prestigiado emblema. A parte ética do processo também levanta questões pertinentes...

Mas disso não tem o sucessor de Casemiro Mior culpa nenhuma. Estava livre e foi o escolhido. Jaime Pacheco é um dos bons técnicos nacionais, com um título histórico no currículo e uma garra e ambição que o tornam uma figura muito especial no panorama do futebol indígena. Será feliz em Belém? Dependerá em larga medida da resposta do balneário.Pelo que vi frente à Naval, Janeiro poderá ser fértil em novidades no Belenenses...

2 comentários:

dragao vila pouca disse...

Isto para já não falar no José Pedro que gosta, adora, o Jaime.
Acho que o Pacheco deve pagar um jantar a um jornalista blogueiro, que o foi entrevistar na hora certa, ele que estava no baú do esquecimento.
Um abraço

Bigsousa disse...

Bem lembrado. No entanto, as coisas mudaram: na altura em que estava no Boavista, o José Pedro era muito novo, experimentou problemas de adaptação à cidade do Porto, agravados pela ausência de oportunidades. Saiu e fez-se jogador, embora na altura já fosse um médio muito promissor. Acompanhava o Boavista nessa altura, portanto recordo bem essa passagem do José Pedro pelo Bessa e o grande jogo que ele fez num particular em Málaga - no fim, um dirigente do clube espanhol andava à procura do número de telemóvel do rapaz para o aliciar...
Abraço