quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Típico...



Estes Jogos Olímpicos já me fazem lembrar a reacção histérica e insana das massas quando a Selecção Nacional foi de vela logo na primeira fase do Campeonato do Mundo de futebol de 2002. Anda tudo louco, ou quê? Descubro na televisão e nos jornais declarações (realmente idiotas) de atletas portugueses produzidas há mais de uma semana e que vêm agora a lume para aumentar a fogueira da discussão à volta do profissionalismo, da dedicação e responsabilidade de alguns integrantes da comitiva lusa.

Em primeiro lugar: desiludidos com o quê? Para se estar desiludido é preciso ter o sentimento contrário - a ilusão. Falou-se em 9 medalhas, depois 4, por agora temos uma. Não me sinto defraudado nem desiludido - porque nunca me deixei iludir por promessas, vindas, sobretudo, da esfera do Comité Olímpico Português e não tanto dos atletas.

Depois: Sejamos realistas, Portugal está superpovoado de gente tacanha e mesquinha. Há quem diga que também é cinzento. Tivesse o português a mesma perícia em convocar pensamentos positivos que o levassem a sair da crise que já dura desde a Fundação como a alimentar caldinhos e a má-língua, e seríamos um País fabuloso. Infelizmente, vamos sempre, e invariavelmente, pelo caminho mais fácil e que nos dá maior prazer, o da auto-flagelação. Conhecem aquela imagem do cão a perseguir a cauda?...
Enviar um comentário