sexta-feira, 25 de julho de 2008

Notas de Mondim de Basto





Não conhecia Mondim de Basto, mas após quatro dias de puro relaxamento a pacata vila transmontana entrou no meu coração. É destino de eleição e não apenas para o fim-de-semana. Recentemente, abriu na localidade um hotel de quatro estrelas (águahotels) inaugurado em Março que oferece serviço VIP e instalações formidáveis, quer em matéria de quartos quer em pequenos luxos como as piscinas, uma exterior e outra interior, o spa ou o magnífico e bem tratado espaço exterior. Há desconto de 50 por cento até Agosto e sugiro que aproveitem, porque vale a pena. Algo que não tem preço: as vistas para os vales que circundam a unidade hoteleira: de um lado o monte (altíssimo!) da senhora da Graça, do outro o parque natural do Alvão, que nos puxa para uma aventura pelo Ermelo.
É curioso: só mesmo por questões de índole familiar (fui pai há mês e meio) não me foi possível somar novo destino tropical ao meu mapa de férias. Mas, acreditem ou não, Mondim teve um efeito tão retemperador na alma que nem senti falta das Caraíbas...
Enviar um comentário