terça-feira, 15 de julho de 2008

É bomba, cara!


Desde que Pinto da Costa anunciou que vinha aí uma bomba para o plantel do FC Porto que jornais, blogues e demais sucedâneos vivem em desassossego. Quem não quer saber da famigerada bomba também sofre por tabela. Registe-se este telefonema para a redacção de um jornal desportivo - no caso o meu:


-- (Anónimo com sotaque brasileiro) Oi, é do jornal X?

-- (jornalista em fecho de edição) Por acaso é da concorrência, do Jornal Y

-- Dá na mesma. Olha aí, moço, tenho aqui uma bomba prà 'ocês publicar. Mas primeiro queria saber quanto pagam às fontes?

-- Pagamos o mesmo a todas as fontes: zero!

-- Zero?!

-- Neste jornal só se paga aos jornalistas, amigo. Guarde lá a bomba.

-- 'Tá bem, digo na mesma porque me interessa que saia.

-- Pois, pois...

-- Tá preparado?

--...

-- O... Simão Sabrosa vai para o FC Porto!

Perante esta estrondosa revelação, emergiu o humor negro, misturado com uma boa dose de cretinice, do repórter:

-- Ah, grande bomba... Acho que li isso praí em 50 blogues, mas pouca gente deve saber. Olhe, se calhar dou-lhe cinco cêntimos pela informação.

-- Tá gozando, mas tá 98 por cento feito!

-- Diga-me: está a ligar do Brasil?

-- Não, de Portugal... Vai publicar a notícia?

-- Mas tem dúvidas? Claro que sim. Vou já ligar ao director!
Enviar um comentário