sábado, 7 de junho de 2008

Na Roménia é que está a dar

Ainda pelo futebol romeno, muitos empresários portugueses procuraram aproveitar a bem sucedida aventura dos lusos no campeão CLUJ para oferecer os serviços de futebolistas ainda com futuro indefinido no nosso Campeonato. Casos de João Tomás, goleador que terá sido oferecido ao Poli Timisoara ou de Furtado, outro avançado sem grande futuro em Paços de Ferreira, que tanto quanto se sabe entrou numa lista restrita de reforços para o ataque do Dínamo Bucareste. Com os cofres dos clubes nacionais vazios ou cheios de teias de aranha, o que está a dar é apostar em mercados emergentes.
Enviar um comentário