terça-feira, 27 de maio de 2008

Jesus na cidade dos arcebispos












António Salvador apresentou Jesus (bela combinação de fé) mas não pediu títulos nem precisava de o fazer. O Sp. Braga parte para a nova época mais cedo que a concorrência, por força da participação da equipa na Intertoto, mas a estrutura que está a ser montada à volta do futebol profissional, somada à que já existia, traduz um desejo claro que trazer títulos para a cidade dos arcebispos. Desejo ou obrigação? O futuro trará alguma luz à questão. Por agora, rola a passadeira para a entrada da equipa técnica do Braga. Treinador: Jorge Jesus; Adjunto 1: Raul José; Adjunto2 e analista: Miguel Quaresma; preparador-físico: Mário Monteiro; vídeo analista (belo cargo): Marco Pedroso; treinador dos guarda-redes (transita da época passada): Jorge Vital. Carlos Freitas, manager do futebol, também vai ter ajuda extra dentro de dias; Rui Casaca continua como director-executivo e Pedro Pereira sobe a secretário-técnico. O ex-jornalista Ricardo Lemos foi confirmado como novo director de comunicação e imagem do Braga. No resto, tudo se mantém igual: Amaral Correia, quefez as honras da casa na apresentação de Jesus, mantém-se como assessor do presidente e João Gomes como director-geral. Digam lá se isto não é uma estrutura de luxo?
Enviar um comentário