sexta-feira, 14 de março de 2008

O melhor dos melhores


A revista «Sábado» joga com o ponta-de-lança destacado na frente, ou, respeitando a lógica editorial, fecha a edição com chave de ouro. Não me revejo na ideologia, crença religiosa (não a tem, de resto) e na generalidade das opiniões de Alberto Gonçalves, mas o que importa isso? Para mim, é o grande colunista do momento: visão mordaz da portugalidade, do mundo e das pessoas, ironia q.b. num todo que me faz lembrar vagamente MEC. Mas Alberto Gonçalves marca o seu estilo, cava as suas ideias numa dúzia de parágrafos sem concessões nem favores pessoais - apenas o olhar peculiar e cru de quem não sabe e nem quer parar no STOP. Escreve parcimoniosamente sobre futebol, mas sempre que o faz lembra-me o Eusébio na marca do penalty: era golo por antecipação.
Enviar um comentário