sábado, 8 de dezembro de 2007

Técnico prevenido vale por 110

Começar de novo. Parece refrão de uma velha canção, mas é a atual realidade do Náutico, que praticamente terá que renovar todo o elenco. Alguns jogadores se valorizaram com a boa campanha na reta final do Brasileiro e outros não interessam ao clube, que agora vai ter que voltar às compras no mercado da bola. Para se ter uma idéia, o técnico Roberto Fernandes entregou aos diregentes alvirrubros uma lista com dez nomes para cada posição, ou seja, 110 opções.
"Vamos atrás dos nomes da lista, mas também temos os nossos nomes", garantiu o diretor do Náutico, Marcílio Salles, em entrevista à Rádio Transamérica. A diretoria alvirrubra até agora confirmou a contratação de dois meias, o colombiano Ricardo Laborde, que veio do Academia de Bogotá, e Rafael, do Fluminense de Feira de Santana-BA, ambos de 19 anos. Não é oficial, mas o Timbu negocia também com o zagueiro Ney Santos, do rebaixado América-RN, e dos goleiros Michel Alves, que caiu com o Juventude, e Vitor, do Paulista, outro que amargou o descenso, da Série B para a Terceira Divisão.
Até agora, o Náutico tem contrato confirmado com os zagueiros Onildo e Everaldo e os atacantes Felipe e Acosta. Este último, porém, não vai ficar nos Aflitos. Falta decidir o destino, mas o próprio Marcílio Salles garantiu que até a próxima terça-feira (11) o destino do uruguaio, que nesta sexta-feira (7) foi noticiado que seria o São Paulo, vai ser definido. "Há muitos interessados, inclusive do futebol do exterior, como França e Alemanha", disse o dirigente.
In Pe360graus.globo.com.
Enviar um comentário